Akira é um filme de anime de 1988 baseado em um mangá homônimo, produzido pelo Akira Committee, animado pela Tokyo Movie Shinsha, e escrito e dirigido por Katsuhiro Otomo, o mesmo criador do manga.

É normalmente mencionada como a produção que exportou o conceito de animação japonesa para o resto do mundo, sendo um enorme sucesso de crítica e público.  

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Processo de dublagem[editar | editar código-fonte]

Em meados de 1991, a Sato Company, vendo o sucesso que o filme teve em outros países, resolveu trazer o filme em VHS e também para os cinemas nacionais. O filme chegou em 1992 com uma dublagem feita na Álamo.

Anos mais tarde, em 1999, a mesma Sato Company em parceria com outras empresas, trouxe o filme novamente ao país, ele foi lançado em DVD (mídia de altíssima qualidade na altura) e exibido na Rede Bandeirantes no finado bloco Cine Privé. A dublagem desta vez foi feita na Mastersound, contando com remasterização de áudio e vídeo.

Pouco tempo depois, em 2001, a Locomotion, canal da TV Paga, comprou os direitos do filme para América Latina e região Ibérica, redublando-o mais uma vez, agora no estúdio Capricórnio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Imagem Personagem Seiyū Dublador
Álamo
Mastersound Capricórnio
Personagens Principais
Shotaro Kaneda Mitsuo Iwata Wendel Bezerra Alfredo Rollo César Terranova
Tetsuo Shima Nozomu Sasaki Tatá Guarnieri Mauro Eduardo Vagner Fagundes
Kei Mami Koyama Lúcia Helena Raquel Marinho Letícia Quinto
Coronel Shikishima Tarou Ishida Aldo César Guilherme Lopes
Kai Takeshi Kusao Mauro Eduardo Fábio Lucindo Rodrigo Andreatto
Yamagata Masaaki Ookura Eduardo Camarão Alex Wendel Silvio Giraldi
Kaori Yuriko Fuchizaki Thelma Lúcia Tânia Gaidarji Raquel Marinho
Takashi Tatsuhiko Nakamura Sérgio Rufino Gabriel Noya Úrsula Bezerra
Kyoko Fukue Itou Rosana Garcia Fernanda Bullara Melissa Garcia
Masaru Kazuhiro Kando Zezinho Cutolo Fábio Lucindo
Dr. Onishi Mizuho Suzuki Ricardo Nóvoa Luiz Carlos de Moraes Fábio Tomasini

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Vários dubladores acabaram trabalhando em mais de uma dublagem, porém fazendo papeis diferentes. Mauro Eduardo e Fábio Lucindo são exemplos disto.
  • Guilherme Lopes foi o único dublador a repetir o mesmo papel em mais de uma versão, no caso o Coronel Shikishima nas versões tanto da Mastersound quanto da Capricórnio.
  • A dublagem da Álamo chegou a ser retransmitida no canal Cinemax, muitos anos depois de ter sido exibida nos cinemas e lançada em VHS.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Amostras de mídia[editar | editar código-fonte]

Referências externas[editar | editar código-fonte]

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.